vendredi 22 janvier 2016

REVISTA VARAL DO BRASIL, VENHA PARTICIPAR!

- Estão encerradas as inscrições para a edição de março que trará o tema Mulher. A revista será distribuída no final do mês de fevereiro.

- Estão abertas as inscrições para a edição especial de Páscoa. Se você tem um poema, uma lembrança, conhece histórias envolvendo a Páscoa, envie para esta edição especial! Até 15 de fevereiro.

- Edição de maio com o tema AS QUATRO ESTAÇÕES e também tema livre. Você pode falar das quatro estações juntas ou separadamente, pode falar do clima, ou enviar texto com tema livre.

- Edição especial O LADO ESCURO DO SERPara junho faremos uma edição especial diferente, bem diferente...
Falaremos do lado escuro do ser: os defeitos, os vícios, os pecados, os pecados capitais, as lutas interiores, os pesadelos, o medo, as agonias, os sustos, o que nos assombra, o que nos tira o bom humor...
Falaremos de tristeza, de dor, de morte, de partidas, de ingratidão, de incertezas, de sonhos perdidos, de esperanças esquecidas, de vingança...
Falaremos da violência, das agressões físicas e psicológicas, dos abusos, dos crimes e dos castigos, as sombras, o lado sombrio...
Também buscaremos inspiração em filmes, livros ou pinturas e desenhos que evoquem o lado escuro da vida.
Traremos para a luz, o lado escuro que existe no ser humano.

Toda participação na revista Varal do Brasil é gratuita, envie seu texto para o e-mail varaldobrasil@gmail.com 

Se você ainda não leu a edição de janeiro, pode baixar ou ler gratuitamente aqui:


Participe! Você vai gostar de escrever com a gente!




JAM BRASIL EM GENEBRA


FESTIVAL DE CINEMA DE BERLIM POR RUI MARTINS

Spike Lee e seu filme Chiraq, atrações garantidas em Berlim

Com a decisão do realizador Spike Lee de apoiar a iniciativa da atriz Jada Pinkett Smith de boicotar a cerimônia de entrega dos Oscars, em Los Angeles, seu  novo filme Chiraq, fora de competição, e sua presença em Berlim, durante o Festival Internacional de Cinema, se tornaram atrações garantidas.

Na verdade, a ausência de nomeados negros na lista das 24 categorias artísticas nos filmes lançados no ano passado, num total   de 120 indicados premiáveis, foi a gota d´água, Uma situação de discriminação racial perdura nos Estados Unidos, há mais de meio século, apesar do reconhecimento legal da igualdade racial que acabou com o apartheid americano e a separação dos negros nas escolas e nos transportes públicos, mas continua mal digerido no meio policial.

Spike Lee se inspirou justamente dessa violência contra os negros para adaptar uma peça teatral grega do irônico e satírico  Aristófanes, que vivia na época da Guerra do Peloponeso, ao clima de violência existente nos bairros negros de Chicago Midwest, onde o número de assassinatos anuais é igual ao de um país em guerra, revivendo a fama dos anos 30, quando a cidade era chamada de « capital do crime »

O título do filme, primeira produção dos Studios Amazon, é uma contração das palavras Chicago com Iraque, popularizada pelos rapeiros da região, como Chief Keef.

A peça na qual se baseou Spike Lee é a comédia Lisístrata, escrita em 411 AC,  e o filme, uma comédia musical, começa quando as mulheres se organizam contra a violência sob o comando de Lisistrata, depois de uma criança negra ter sido morta por uma bala perdida.

Um total de doze composições rap de autores locais musicam o filme com sua linguagem crua contra as já comuns arbitrariedades policiais contra negros, mesmo crianças, nos Estados Unidos. O anúncio do título do filme, no começo das filmagens no ano passado, provocou protestos de autoridades e organizações locais, por assimiliar Chicago ao Iraque. O prefeito local quis também fazer pressão contra esse título, alegando ter retirado três milhões de dólares de impostos locais sobre o filme.

Na militância contra a violência, as mulheres da peça Lisístrata declaram uma greve de sexo. No filme Chiraq, elas se organizam para tomar o poder utilizando, para isso, o seu charme e a atração sexual. Na peça, a pressão feminina leva a um acordo de paz entre Atenas e Esparta.

O ator Samuel L. Jackson é o narrador, e a líder das mulheres revoltadas contra os chefes de gangs e policiais é a atriz  Teyonah Parris, no papel de Lisístrata. Outros atores : Nick Cannon, Wesley Snipes, Jennifer Hudson, Angela Bassett e John Cusack.

Rui Martins estará em Berlim do 10 ao 21 de fevereiro, convidado pelo Festival Internacional de Cinema.

CRÔNICA DA URDA

PRINCESA


(Para Dona Lydia Scheffler dos Santos)

Penso tanto, hoje, na minha Princesa, aquela que vi a última vez faz dois anos, no dia do aniversário dela, lá naquele Hospital Misericórdia que parecia uma antessala de um paraíso daqueles que a gente imagina cheio de anjinhos de camisolinhas de seda bordada... Ela era toda serenidade e ternura, lá, com seus cabelos tão finos e brilhantes quanto fios de cristal, e as mãos transparentes de tanta fineza, como são as mãos das princesas... Fiquei a acariciar aquelas mãos, os cabelos, o rosto tão bonito, a falar coisas com ela que só nós duas entendíamos, pois tinham sido tão grandes as afinidades que nos tinham unido na alegria e na dor...
                                    Mês e meio depois e eu estava em Buenos Aires, e enquanto dormia um soninho, à tarde, sonhei com ela. Algo passara, me dizia o sonho, e acordei angustiada, incerta – tanta lonjura e eu a sonhar com a minha princesa – o que seria? Foi levantar e espiar a internet – ela partira.  E eu estava tão longe, tão longe...
                                    Foi um verão de calor muito intenso. Esperei que amainasse – penso que já era março quando fui pela primeira vez ao seu túmulo, para aquele momento de despedida. Minha princesa me esperava, estava ali para uma conversa séria. Eu podia sentir como ela segurava com firmeza as minhas mãos nas suas mãos que se tinham tornado de luz, enquanto me dizia que eu me tornava responsável pela sua descendência. Era uma coisa forte, difícil, pesada para se carregar através da vida, mas ela era taxativa. Até hoje estou pensando na profundidade do que me disse – não sei como cumprir com o que espera de mim, mas fico de peito aberto para a sua determinação.
                                    Princesa querida, que foi mãe tantas vezes, que foi avó de tantas meninas e meninos, que foi bisavó de tantos mais que vieram, que tem uma descendência inteira, ainda, a nascer...  Não sei como poderei de alguma forma cumprir o que me disse, mas senti tanta honra que o dissesse... Em algum momento o tempo e a vida me ensinarão o que deverá ser feito.
                                    Hoje passei naquela Vila Itoupava onde a vi pela última vez faz dois anos, e estou a relembrar tanto! Sei, sinto, pressinto, estou ciente que o seu Príncipe Consorte também quer falar comigo. De uma certa forma, tenho me esgueirado um pouco, me desviado um pouco dessa conversa que ele quer ter... sequer sei como chama-lo. Tudo o que sei sobre ele foi de ouvir contar, e o que mais me lembro dele é daquele ríctus de amargura que tinha no canto da boca quando o castelo de ambos desmoronou e eu ia olhá-lo com tanta, muita timidez, lá nos contrafortes daqueles muros derrubados... A pena, então, me cortava o coração, se é que se pode cortar algo que já está estraçalhado... Tenho que atende-lo em algum momento, no entanto. Há algo que ele quer me dizer, penso que sabes o que seja. Noutro dia escrevi sobre ele e chamei-o de “Filho do seu Thomé” – não sei se alguém se deu conta de que era dele que eu falava.
                                    Ajude-me a achar um nome adequado para falar com ele, minha Princesa, pois ele me chama para alguma coisa.
                                    Vou esperar. Sei que a tua sabedoria resolverá isto. Para mim, és a personificação da ternura e do amor, e tais coisas tudo podem...
                                    Como te quero tanto, minha princesa tão amada!

                                               Joinville, 13 de Novembro de 2015.

                                               Urda Alice Klueger
                                               Escritora, historiadora e doutora em Geografia.
                                               urdaaliceklueger@gmail.com


CONVITE


CONVITE


ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...