mardi 31 mars 2015

Perdi a voz de tanta emoção


Quando ao sentir o sabor...
Do teu beijo!
Provocou-me tamanha reação.
A surpresa foi tão grande!
Que perdi a voz.
De tanta emoção...
 Meus pés até alçaram-se do chão!
***
Tal o impacto que o mesmo...
Causou-me!
Jamais pensaria.
Eu um simples mortal.
Que um anjo de tanta beleza.
E tanta candura...
Dela eu iria receber,
Uma dádiva tão especial.
***
Tu és tudo que sonhei...
Na minha longa caminhada.
De um dia viver.
Sempre junto da mulher que sonhei...
Ou seja, da mulher amada.


Vivaldo Terres.


A semana santa


A Semana Santa nos alcança mais uma vez, sendo de vital importância para que as pessoas possam refletir sobre o martírio de Jesus Cristo. 
Muitas pessoas sabem da importância dessa data, pregam para os seus filhos como foi a vida do nosso eterno personagem religioso, contudo ao chegar essa época, não parecem lembrar do martírio de Cristo, constatamos isso ao vermos o comportamento de muitas pessoas durante as festividades, percebemos que existe algo fora do lugar. 
Caravanas de pessoas se juntam aos seus familiares, muita gente viajando, carregando litros de vinho e quilos de Ovos de Páscoa. 
As pessoas saem pelas estradas, muitas vezes já bebem desde a saída de suas residências, dirigem de qualquer forma, não respeitam os outros motoristas, perpetram todos os tipos de infrações ao volante, até chegarem aos seus destinos. 
Reúnem-se comemoram com muito vinho, tira-gostos e presenteiam muitos ovos de chocolates, quanto maior o ovo melhor, se tiver brinquedinho, aí vai ser completo. 
A Semana Santa para muita gente, se resume nisso e nunca será pouco comentar sobre como a nossa sociedade se declina encima do vício. 
Vamos refletir sobre o que pretendemos passar para as próximas gerações, onde todos têm o livre arbítrio de comemorar a ressurreição de Cristo, contudo não têm o direito de transformar essa época em Festa do Ovo. 
Celebremos a nossa fé em Cristo com paz no coração e lembremos que a bondade do criador serviu para nos unir e não nos matarmos em “comemorações etílicas” e desastre nas estradas. 



Marcelo de Oliveira Souza, IWA
Organizador do Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...