vendredi 20 novembre 2015

TE FERIU TANTO

Um poema de Vivaldo Terres

Ontem te via como a jovem bela,
Cujo encanto era deslumbrador.
Fingias que amavas os jovens da época,
Levando a todos o sofrimento e a dor.
***
Mas eis que um dia,
Vindo de onde não sei.
Alguém que te causou...
O mesmo sofrimento!
Ferindo-te e deixando triste.
 E que te fez perder,
Esse deslumbramento.
***
Feriu-te tanto que esquecesses a vida,
Esquecesse-se de ti e o tempo passou.
Pudesse esquecer tudo...
 Menos aquele que sem o querer,
 Feriu-te e magoou.
Por não ter culpa...
 De ter sido ele o teu primeiro...

E grande amor.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...