jeudi 22 octobre 2015

A ARTE DE RICARDO ZÉUS DE WANDERLEI FRANCISCO

Wanderlei Francisco
São Paulo -SP- Brasil wanciscofranco@gmail.com
Funcionário Público
Formação em Letras Português/Latim - História - Licenciatura Plena
Publicações
Rebanhos desgarrados - editora Delicatta - 2011 - São Paulo -SP-
Vandin Trinca e outros - editora Nelpa - 2014 - São Paulo -SP-
Artigos e Participações em revistas/jornais Ebooks e outras edições online Obras afins:
São dois livros.
O primeiro, Rebanhos desgarrados, é um grande poema (em formato de intertexto) dialogando com O guardador de rebanhos, do mestre Fernando Pessoa (Alberto Caeiro). O segundo, A arte de Ricardo Zéus, é um romance inédito, também intertextual, que trafega por ambientes e personagens de dois romances consagrados; um português: O ano da morte de Ricardo Reis, J Saramago; e um brasileiro – Capitães da areia, Jorge Amado.
 
A arte de Ricardo Zéus
      (o Zeuzinho)

Garoto criado no orfanato dirigido pelo misterioso reverendo J, Zeuzinho – Ricardo Zéus Júnior – tem com ele uma marcante entrevista, que lhe guiará os passos de uma narrativa frequentada por seu possível antepassado, o poeta Ricardo Reis, e o perturbado filósofo Dr. Augusto de Tal – todos, verdadeiros ícones de uma trama cheia de entremares, a convidar o leitor rumo à venturosa ancoragem na terra firme de uma ilha de sonhos e símbolos literários.  

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...