lundi 20 juillet 2015

GRAVIDEZ É TEMA DE FILME BRASILEIRO EM LOCARNO

Por Rui Martins

O filme Olmo e a Gaivota, dirigido pela premiada cineasta brasileira Petra Costa com a dinamarquesa Lea Glob, está na competição da mostra Cineastas do Presente. Vai estrear dia 10 de agosto e com ele aumenta para nove o número dos filmes brasileiros no 68.Festival Internacional de Cinema de Locarno. Olmo e a Gaivota tinha sido premiado no Festival Internacional de Documentários de Copenhague, quando em fase de finalização.
O tema do filme Olmo e a Gaivota não é apenas a gravidez mas uma reflexão sobre as limitações e opções impostas pela vid feminina, reunindo ficção com a realidade e teatro clássico com documentário. A ficção vem do livro Senhora Dalloway, de Virginia Woolf, e a realidade de um casal de atores do elenco do Théâtre du Soleil, de Ariane Mnouchkine.
A atriz se prepara para interpretar Arkadina, na peça A Gaivota de Tchekov, quando descobre estar grávida. A princípio, imagina ser possível interpretar seu papel mesmo grávida, porém à medida que seu ventre cresce, surge o temor de precisar sacrificar aquele momento importante de sua carreira pela maternidade. Um inesperado sangramento, que a obriga ficar em repouso apressa essa situação. O desejo de fazer carreira teatral se choca com a transformação do seu corpo, onde um novo ser vai tomando forma.
A atriz principal é a italiana Olivia Corsini e o ator o francês também diretor Serge Nicolai, ambos do Théâtre du Soleil, estiveram recentemente no Brasil.  O filme é coproduzido pela Dinamarca, Brasil e Portugal, falado em francês.
A cineasta mineira Petra Costa já dirigiu Olhos de Ressaca, curta-metragem, premiado no Rio, Gramado e outros festivais, e Elena, longa-metragem, premiado no Festival de Brasília.
Trailer – https://www.youtube.com/watch?v=FtBbxCNrNCQ



Rui Martins  estará do 5 ao 15 de agosto em Locarno, convidado pelo Festival Internacional de Cinema.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...