jeudi 16 juillet 2015

BRASIL TERÁ OITO FILMES EM LOCARNO

Por Rui Martins


O Brasil está programado com destaque no próximo 68. Festival Internacional de Cinema de Locarno, do 5 ao 15 de agosto, na Suíça italiana. Serão oito filmes distribuídos entre a competição internacional, projeção no telão de 300 m2 da Piazza Grande e na competição dos Leopardos de Amanhã. E isso sem contar os filmes em pós-produção levados por quatro produtores brasileiros, convidados pelo Festival em colaboração com o Cinema do Brasil, dentro da mostra Match Me, reservada aos profissionais nos Industrial Days, do 8 10 de agosto.
O filme O Futebol sobre a nossa triste Copa do Mundo e mostrando a reação dos brasileiros aos 7 a 1 da Alemanha, é considerado espanhol na relação oficial do Festival dos concorrentes ao Leopardo de Ouro, porém seu diretor, Sérgio Oksman, é emigrante brasileiro na Espanha, onde vive há quinze anos. Além disso é uma coprodução da Televisão Espanhola com o Canal Brasil. O que leva o próprio diretor do Festival, Carlo Chatrian, a relacionar  O Futebol, entre os filmes brasileiros, um filme hispano-brasileiro.
Heliópolis de Sérgio Machado será o filme de encerramento do Festival de Locarno, com projeção no telão da Piazza Grande, uma honra reservada só aos grande filmes ou destinados ao sucesso de bilheteria. Com Lázaro Ramos no papel principal, o filme conta a opção musical dos jovens favelados integrantes da Orquestra Sinfônica de Heliópolis, criada pelo regente Silvio de Baccarelli e regida pelo maestro Isaac Karabtchevsky, cujas temporadas sãogeralmente na Sala São Paulo.  Um filme emocionante, garante o direto do Festival de Locarno, Carlo Chatrian.
Dois filmes brasileiros estão em outra competição, a dos Leopardos de Amanhã. São eles: História de uma pena,  de Leonardo Mouramateus; e O teto sobre nós, de Bruno Carboni.
O cineasta Júlio Bressane leva para Locarno quatro filmes, dentro do seu projeto Tela Iluminada: O Garoto, dirigido pelo próprio Bressane; O Espelho, dirigido por Rodrigo Lima; O Prefeito, por Bruno Safadi; e A Origem do Mundo, por Moa Batsow.

Rui Martins , convidado pelo Festival, estará em no Festival de Locarno do 5 ao 15 de agosto.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...