lundi 20 octobre 2014

Acontecendo no Varal!


Olá você!

O sol brilha sobre Genebra, a boa temperatura continua nos agraciando. Mudanças nos horários nos aproximam a todos: o Brasil entra no horário de verão, a Suíça termina o seu. Em breve estaremos com somente três horas de diferença, a comunicação ficando ainda mais prática entre nós!
Semana que vem tem a revista Varal do Brasil de novembro que chega comemorando os cinco anos de Varal: muita literatura, literatura sem frescuras, literatura para todos! Aguardem!
Temos recebido uma ativa participação para os concursos (capa, orelha e apresentação) para o livro Varal Antológico 5! Esperamos a sua participação também, não esqueça: sua arte pode ser nossa capa, o seu texto pode ser a orelha ou a apresentação da antologia! E se você quer ser um dos autores selecionados para o livro, peça informações e enviaremos: varaldobrasil@gmail.com
Para a edição de Natal e Ano Novo encerraremos as inscrições no próximo sábado. Então não perca tempo: envie sua prosa, envie seu verso, sua receita gastronômica, suas dicas de fim de ano! Estamos esperando!
Nós sabemos que há muitas feiras de livros no Brasil e no exterior e entendemos que todas são importantes. Mas o Salão Internacional do Livro e da Imprensa de Genebra tem uma classe e uma importância literária que você não pode deixar de acrescentar ao seu currículo literário. Uma oportunidade única! Seu livro em nosso catálogo, em nosso estande, sendo visto e apreciado por milhares de pessoas de muitas nacionalidades que visitam o Salão! E você, se desejar, pode vir autografar! A Suíça espera por você, venha! Fotos e vídeos de nossas participações anteriores aqui:
Aproveite quando visitar nosso site para conhecer melhor todo nosso trabalho!

Nós temos sempre muito prazer em levar até você o que temos feito no Varal do Brasil. Esperamos que este prazer seja recíproco!

Salão do Livro de Genebra, toda a classe e o melhor para o seu currículo literário!





Em negras linhas


Para Luana D’Oliveira

Meu pequeno universo é assim:
 Vagueia... Vagarosamente
Até à esquina...
Pensa e sofre!
Pega a pena, as folhas em branco e o mata-borrão...
 Rabisca a realidade em belas-letras
A tinta negra...
Macula as páginas em branco...
Desassossega...
Desespera...
Subverte as coisas...
Chora e sorri para a realidade vívida
***
O teu vasto universo é assim:
Ganha asas
E voa para além do infinito
***
Teu ‘’macro-cosmo’’ é assim:
Voa de cidade em cidade
 Ao cair da tempestuosa e negra noite
Enfrenta as chuvas
Os relâmpagos e os fortes ventos
Sai ileso
E sorri ao clarear do dia!
***
Meu pequeno mundo
É assim
Minhas negras linhas são assim
Correm o mundo das belas-letras
Em desassossego...
Desassossega!
Subverte as coisas...
***
O meu pequeno e limitado
Universo é assim
Vive e morre em belas-letras
Boceja ao cair da noite
E acorda levanta... 
Vagueia...
 Vagarosamente até à esquina...
Chora e sorri para a realidade


Por Samuel da Costa


Outubro Rosa

 



As rosas vão sendo apertadas
Elas vão desfalecendo...
As pétalas caindo,
Umas dão o retorno
Com uma espetada,
Não podem ser maltratadas!
Outras rosas são apertadas
Apalpadas e cuidadas
São tão singelas quanto...
Ainda mais amadas
E cuidadas, mesmo na pressão !
Com as mãos espalmadas
Elas procuram atenção
De um lado e do outro
As rosas são atendidas
Muitas saudáveis outras feridas...
Mas nunca são atingidas
Pela foice maldita
Quando   para o autoexame
For dirigida.





Marcelo de Oliveira Souza, IWA
Organizador do Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...