vendredi 6 juin 2014

VENHA PARA O VARAL DO BRASIL!

Olá você que está perto ou longe!

Espero que onde você estiver a felicidade esteja com você!

Neste momento maravilhoso onde a primavera espalha suas cores sobre Genebra, trazemos para você as atividades do Varal!

- Nosso novo site está no ar com muitas novidades, inclusive uma seção com muitas fotos e vídeos! Visite aqui: www.varaldobrasi.com

- As inscrições para a revista de julho estão encerradas. A revista sairá no final de junho.

- Estão abertas as inscrições para a edição especial com o tema Livro. (Toda participação é gratuita, solicite o formulário de inscrição através de nosso e-mail varaldobrasil@gmail.com)

- Participe do livro Varal Antológico 5! Peça o regulamento e formulário de inscrição no nosso e-mail varaldobrasil@gmail.com

- Participe de nosso concurso literário internacional: II Prêmio Varal do Brasil de Literatura. Inscrições abertas até 30 de junho.

- As inscrições para participação no Salão Internacional do Livro e da Imprensa de Genebra de 2015 estão abertas. Solicite informações através de nosso e-mail varaldobrasil@gmail.com
Prepare-se para fazer parte do evento literário que faz história!



Convite - Lançamento do Livro "A noiva da colina" de Francilangela Clarindo




Show de Bola


Dia do Meio Ambiente



Uma grande parte da sociedade brasileira é hipócrita, eles sabem apontar, criticar, mas não olham os seus próprios  comportamentos.
Aqui na cidade de Salvador, é um grande exemplo, com a especulação imobiliária o Horto Florestal, um dos lugares mais nobres da nossa cidade, virou Horto predial, desmataram tudo sem dó nem piedade.
Na Avenida Paralela, uma das maiores da cidade, com grande movimentação de veículos, foi totalmente desmatada, também pela especulação imobiliária.
Os parques são reduzidos, maltratados, muitos são intransitáveis por causa da marginalidade e também pelo descuido.
O soteropolitano, praticamente não tem mais ambiente natural, os poucos parques são depedrados, transformados em estacionamento e oficinas,  como o Solar Boa Vista, em Brotas, onde tem uma área extensa, contudo os governantes fazem vista grossa, para o que acontece nesse lugar.
A natureza em Salvador grita por ajuda, onde os rios que passavam pela cidade, ao invés de serem tratados, são cobertos e transformados em jardins.
A prefeitura não tem uma política sólida de reflorestamento e quando assim o fazem esquecem que o reflorestamento tem que ser com árvores da região, pois tem animais que precisam disso.
As pessoas esquecem que um  dia a gente pode sentir falta do que estamos destruindo,  como em São Paulo, onde enterram o rio Tietê, e  hoje estão sem água para toda a população.
Os cidadãos  também não ajudam, cujos bairros menos nobres resolveram transformar praças e frente de escolas em lixeiras.
Assim lamentamos muito, mas o nosso ambiente não é meio, é inteiramente destruído pelo homem, precisando urgentemente de conscientização, para que no futuro não possamos nos arrepender mais ainda sobre o que poderá acontecer com a nossa cidade.





Marcelo de Oliveira Souza

MÚSICA



Enquanto escuto a música
danço o corpo ao espaço.

Livre quanto a liberdade
permite ao congestionado
corpo meço distâncias
em tons e pautas: maneiras
simplificadas do gosto.

A música recria o final
do passo. A disparidade
finalizada em nada.

(Pedro Du Bois, inédito)

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...