mercredi 12 novembre 2014

Projeto Memória BRDE: Grande público no lançamento da 1ª Mostra Literária e do Balcão Literário BRDE

Evento contou com a participação de autoridades, funcionários e ex-funcionários aposentados do Banco


Na tarde desta segunda-feira, 03 de novembro, o BRDE consolidou dois importantes eventos de incentivo à cultura: o lançamento da 1ª Mostra Literária e do Balcão Literário BRDE. Autoridades, funcionários e ex-funcionários aposentados do Banco, apoiadores e convidados foram recepcionados no Saguão do Prédio Comendador Azevedo, onde foi inaugurado o Balcão Literário BRDE. No local foi instalada uma estante para abrigar os livros recebidos por doação e que serão oferecidos para retirada livre e posterior devolução. O prédio abriga a Agência do BRDE no Rio Grande do Sul e a Direção Geral do Banco.

Em um segundo momento, foi lançado o Projeto Memória BRDE e a 1ª Mostra Literária, na sobreloja da GEPLA. O Diretor de Planejamento do BRDE, Carlos Henrique Horn fez um breve relato sobre o Projeto Memória e o trabalho desenvolvido. “É um momento de resgate, de um trabalho de oito anos. Quando eu e o Diretor José Hermeto Hoffmann assumimos há quatro anos, o Carlos Ponzoni nos procurou com o objetivo de resgatar o Projeto Memória, e nós apoiamos a ideia. É um projeto que visa resgatar o Espaço Cultural e o Projeto de Memória e Cultura do BRDE”, comentou.

O economista da Superintendência de Planejamento (SUPLA), Carlos Ponzoni, coordenador do GT-Pró-Memória-BRDE, falou sobre a importância de realizar a 1ª Mostra Literária BRDE. “Começamos a ver que tínhamos dentro dos nossos colaboradores um grande número de escritores, sendo que até o momento somam 54 autores, que chegam ao total de 122 títulos”, destacou. Ponzoni também acrescentou que a Mostra Literária foi a primeira de uma série que será realizada no Banco.

As ações organizadas pelo GT-Pró-Memória-BRDE, também integraram as atividades da 60ª Feira do Livro de Porto Alegre, e contou com a presença do Patrono da Feira, o escritor e jornalista Airton Ortiz e do Presidente da Câmara Rio-Grandense do Livro, Marcos Antônio Cena Lopes.

A abertura da solenidade contou com a apresentação da Escola de Música do Instituto Popular de Arte-Educação (IPDAE). Exercendo a presidência em exercício do BRDE, o vice-Presidente e Diretor de Operações, Neuto Fausto de Conto, falou sobre a importância do hábito da leitura. “No livro nós encontramos nossos princípios, assim como temos conhecimento sobre as guerras, paz, romances, políticos e históricos”.

O Patrono da Feira, Airton Ortiz, agradeceu o convite para participar do lançamento do Balcão Literário. “Meu primeiro emprego foi no Banco do Brasil, que fica aqui ao lado, e foi nele que aprendi muito do que sou hoje. E fico muito feliz em ver uma instituição financeira como o BRDE promovendo a leitura. O banco está de parabéns pela iniciativa e esperamos ver ele dentro da praça no próximo ano”, acrescentou.

A presença do livro na vida das pessoas fez parte da fala do Presidente da Câmara Rio-Grandense do Livro, Marcos Antônio Cena Lopes. “O livro é um guardador de almas e promove uma troca de almas. Quando essa troca ocorre, ela potencializa energias e isso é feito no ato da leitura. Tenho certeza que o prédio terá uma nova alma com essa iniciativa proposta pelo BRDE”, destacou.

Todos os participantes da 1ª Mostra Literária BRDE foram agraciados com a entrega de um certificado e da obra Memória da Litografia, da artista plástica Miriam Tolpolar, que também participou do evento.

Fonte: http://www.brde.com.br

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...