jeudi 4 septembre 2014

Cinema do Brasil participa do Festival de Toronto

PROGRAMA DE DIVULGAÇÃO DO CINEMA NACIONAL NO EXTERIOR TERÁ UM ESTANDE PARA REALIZAÇÃO DE NEGÓCIOS; FILMES“OBRA” E “EDIFÍCIO TATUAPÉ MAHAL” CONCORREM EM SELEÇÕES OFICIAIS

Por Carminha Botelho

O Programa Cinema do Brasil – que desenvolve projetos e ações com o apoio da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) para ampliar a participação do audiovisual brasileiro no mercado internacional- marca presença na 39ª edição do Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF), de 4 a 14 de setembro. O programa terá um estande no TIFF Industry Centre para a divulgação de filmes brasileiros e realização de encontros de negócios. Além disso, empresas associadas ao programa estão por trás dos dois filmes brasileiros que participam de seleções oficiais do festival: o longa “Obra”, de Gregorio Graziosi (produzido pela Superfilmes e representado internacionalmente pela FiGa/Br), que está na seção Discovery; e o curta “Edifício Tatuapé Mahal”, de Fernanda Salloum e Carolina Markowicz (produção da Fulano Filmes), na seleção “Short Cuts International”.
Além dos filmes nas seleções, representantes de oito empresas associadas ao Programa Cinema do Brasil estarão presentes no festival: Claraluz Filmes, FM Produções, Fulano Filmes, Mixer, Superfilmes, FiGa/Br, Rio Film Comission e Festival de Curtas Metragens de São Paulo.
Idealizado pelo Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo (SIAESP), o Programa tem como principal parceira a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), que participa da elaboração das estratégias e sua operacionalização, além de oferecer suporte financeiro aos projetos. O Cinema do Brasil conta também com o apoio da Ancine (Agência Nacional do Cinema).
“O Festival Internacional de Toronto vem ganhando destaque no circuito de festivais, ao atrair cada vez mais a atenção da mídia e de distribuidores, produtores e compradores do mundo todo. O evento também é uma excelente entrada para o mercado da América do Norte e deve ser aproveitado para a realização de negócios e encontrar potenciais parceiros, seja para vendas ou para coproduções”, afirma o Presidente do Programa Cinema do Brasil, André Sturm. Para ele, a participação do Cinema do Brasil no TIFF dá continuidade a um movimento iniciado em 1995, quando foi assinado um acordo de coprodução entre Brasil e Canadá.

O TIFF, que teve sua primeira edição em 1976, busca traçar um panorama do que está sendo feito no cinema mundial, abrigando grandes produções e filmes independentes em sua programação. Neste ano devem ser exibidos mais de 300 filmes de cerca de 70 países diferentes. Há seções para estreias de nomes conhecidos da indústria cinematográfica, novos diretores, produções independentes, documentários, curtas e eventos especiais para discutir as transformações no mercado. Em 2013, o Festival recebeu 4.743 profissionais da indústria, incluindo representantes de mais de 2.500 empresas e 1.200 compradores.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...