vendredi 9 mai 2014

MADRUGADA


Foram três horas de madrugadas
atravessadas em dúvidas
existenciais que a última notícia
fala em sangue na morte do cântico
da igreja no apagar
das luzes e o cão no apartamento
cala o sono ao sonho. Amanhece
o corpo em esplendorosa cama.

Foram três horas de madrugadas
acesas no fechar dos olhos.

(Pedro Du Bois, inédito)


ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...