lundi 7 avril 2014

A Festa dos Cavaletes!

 

            Lá ia eu tranquilamente para o trabalho quando, no começo da rua onde moro, vi um festival de Cavaletes  todos enfeitados com as cores patrióticas do Brasil!
            Pensei em parar pra ver a que devia aquela festança ali em plena manhã. Mas, usando meu bom senso, já que não havia sido convidada, me desviei deles e continuei dirigindo, tomando todo cuidado pra não atropelar nenhum buraco.
            Enquanto dirigia ia tentando adivinhar o motivo daquela festa de Cavaletes.
            Estariam eles comemorando o aumento de salário dos vereadores de nossa cidade?
            Não, com certeza não. O motivo devia ser muito mais nobre.
            Por mais que eu pensasse, minha limitada inteligência não me deixava atinar com o motivo daquela festa matinal.
            Chegando ao meu trabalho me esqueci daquele encontro surpreendente e me concentrei na tarefa que devia fazer.
            À tarde, voltando para casa, para minha surpresa vi que a festa dos Cavaletes continuava animada com as fitas coloridas esvoaçando pelos ares.
            Discretamente me desviei deles novamente e, seguindo por outra rua, fui para casa.
            O fato se repetiu por mais de uma semana, até que ontem, vendo que eles já pareciam estar um pouco desorganizados, fitas arrebentadas, como se tivessem exagerado na bebida, não resisti à curiosidade. Parei na rua ao lado, desci do carro e fui conversar com aquele que me parecia o chefe deles.
            - Boa tarde, Senhor Cavalete!  Por gentileza, há mais de uma semana venho percebendo vocês aqui reunidos nesta festa e gostaria de saber o que estão comemorando.
            Parecendo meio bêbado, respondeu:
            - Estamos comemorando o nascimento de um robusto buraco!!! Veja, aí está! Estamos cuidando pra que ele se desenvolva bem e, felizmente, tudo está correndo como previsto. Ele está crescendo a olhos vistos! Por enquanto está se alimentando de algumas folhinhas trazidas pelo vento e pela enxurrada da chuva, mas logo estará  engolindo até carros e caminhões,  para orgulho nosso! Venha, comemore conosco!
            Claro que, diante daquele entusiasmo, não pude rejeitar o convite. Entrei na roda e festejei com eles! Cantamos Parabéns à TRANSERP e à INFRAESTRUTURA!!!
            Só queria fazer um pedido a essas duas, se não for muito, pra que renovem as fitas pois estão todas rasgadas!
            Convidamos a todos para que venham também festejar o nascimento desse grandioso buraco que tem tudo para se desenvolver com saúde plena e chegar a engolir o Jardim Independência inteiro!

Irene Coimbra – Escritora

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...