jeudi 20 mars 2014

Ainda bem que assim se fez...

Ao que me parece, tudo mudou,

A partir de agora somente nos restam

Enredos que se expressam em forma de amor,

Mesmo que para isso,

Seus traçados, seu próprio caminhar, nos alcem

Aos céus dos vívidos pendores da paixão,

Que, por conta dos abruptos ensejos que lhe

Fustigaram,

Em ímpetos se viu, se deixou transformar,

Dessa forma, brandindo aos céus,

Os lábaros oscilantes em prol de sua libertação,

Pois bem, quem dentre nós ainda existe

Que não saiba:

Enredos passionais não se habilitam, não se

Mostram dispostos a suportar, a vileza da dor

Que os faz sentir degredados,

Ao contrário, com os mesmos assim vemos se dar:

Buscam, em meio à sã inquietude que os norteia,

Caminhos livres para fluírem em paz, sim,

Às soltas num céu de perenizado fulgor meridional!




José Roberto Abib
Capivari, 20/08/2011

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...