mardi 25 février 2014

PROJETO MIL POEMAS PARA A CIDADE DE ITAPECURU-MIRIM MARANHÃO - BRASIL


  1. JUSTIFICATIVA



A povoação da cidade de Itapecuru-Mirim, por homens brancos, segundo a história teve início na margem direita do rio Itapecuru, por volta de 1622 quando surge o primeiro engenho de açúcar, trazido por povos luso-açorianos. Em 1768, os moradores da Ribeira pediram ao Rei de Portugal alvará de confirmação da vila, que ali fora fundada por Ordem Régia. A Corte Portuguesa determinou, então, ao Governador da Província que, comprovasse a veracidade dessa ordem. A mesma não foi encontrada na época, razão pela qual a situação de Freguesia do Itapecuru perdurou até 1818, quando por Provisão Régia de 27 de novembro de 1817, determinou a criação da Vila, desmembrada do Município de São Luís, sendo elevada à categoria de Cidade em 1870.
O topônimo Itapecuru-Mirim tem vários significados, dentre eles “Caminho de Pedras Miúdas”.
O PROJETO MIL POEMAS PARA A CIDADE DE ITAPECURU-MIRIM, MARANHÃO - BRASIL nasceu do desejo de homenagear a cidade de Itapecuru-Mirim, pela passagem dos seus 144 anos em 2014 de forma mais eloquente, audaciosa e lúdica. Homenagear sua história, sua cultura, mas principalmente sua gente. Homens e mulheres que fizeram e fazem essa história. Pessoas simples que ajudaram a construir esta cidade com essa cara que a gente conhece. Uma cidade que amamos e que às vezes a maltratamos, mas, que lhes devemos todo respeito.
Itapecuru de homens ilustres como Gomes de Sousa, Mariana Luz. Este projeto não é apenas um amontoado de atividades sem nexo. É antes de tudo, um movimento, a essência, a verdade, o grito do melhor da poesia, da literatura, das artes e da cultura de um povo, o povo de Itapecuru-Mirim.
2.    OBJETIVOS
2.1  OBJETIVO GERAL

Homenagear a cidade de Itapecuru-Mirim pela passagem de seus 144 anos em 2014, justificada por ser uma cidade histórica com relevante valor para o Maranhão, pelo sentimento nacionalista na incorporação da formação de seu povo e de suas paisagens naturais a qual compõe o contexto brasileiro com invocação ao seu Rio, outrora chamado “Jardim do Maranhão”, origem de tudo.

2.2  OBJETIVO ESPECÍFICO

·         Promover o intercâmbio entre as manifestações artístico-culturais e a história, sociedade, vida e meio ambiente da cidade de Itapecuru-Mirim.
·         Provocar uma reflexão sobre nossa cidade, sua história, sua gente.
·         Resgatar valores de vida e o amor por nossa terra, no trato com o meio ambiente e as pessoas.
·         Alavancar o aspecto cultural, artístico, literário no cenário maranhense, brasileiro e quem sabe no exterior.

  1. PÚBLICO-ALVO/NORMAS

Poetas, artistas, professores e historiadores anônimos e consagrados, abrangendo toda a classe estudantil de Itapecuru-Mirim, demais cidades do Maranhão, podendo se estender para outros Estados brasileiros, quiçá outros países.


ü  Cada Poeta poderá apresentar até 6 (seis) poemas, 01 por página,  homenageando a cidade de  Itapecuru-Mirim. Formato A4, Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,0. As correções ortográficas e literárias ficam por conta do autor dos trabalhos. Enviar na forma de Arquivo documento do Word 97-2003.

ü  Enviar adjunto currículo literário resumido (no máximo seis linhas), em que conste data de nascimento, cidade e país de origem, com foto atualizada. E autorização para publicação.

ü  Os poemas poderão fazer alusão à história, cultura, contos e lendas, sua arquitetura, formação de seu povo, profissões de luta (quebradeiras de coco). Poesias alusivas às personalidades literárias, às pessoas simples, aspectos pitorescos, paisagens e meio ambiente (alusão ao Rio Itapecuru), etc.

ü  A aceitação dar-se-á na ordem de recebimento da (s) obra(s), até se completarem os 1000 (mil) poemas.

ü  Prazo de envio: Até 30 de Abril de 2014.

ü  Será descartada a obra que não corresponder com os critérios e normas.

ü  A presente obra será publicada sob a forma de coletânea de textos em forma de poesia, fornecidos voluntariamente por seus autores, com as devidas revisões de forma e conteúdo. Estas colaborações são de exclusiva responsabilidade dos autores sem compensação financeira, mas mantendo seus direitos autorais, segundo a legislação em vigor.

CONCLUSÃO

Com o desenvolvimento desse projeto espera-se que seus objetivos sejam atingidos e que o melhor da poesia, do teatro, cinema, dança, possam se incorporar ao melhor da literatura maranhense, itapecuruense e incorporar os valores das Artes, da Cultura, Ciência e História de uma gente hospitaleira e alegre. Que possa transpor as barreiras da diversidade e passar a fazer parte da programação do aniversário da cidade em 2014 e assim sucessivamente.
Ancorada na vocação literária de nossa gente, esse projeto foi pensado para ser construído coletivamente e engajado na democratização social e cultural dessa cidade, tomando pela força legítima do trabalho coletivo, a rica produção de conhecimento local, abrindo novos caminhos e fomento das cadeias criativas e produtivas da leitura e construção do saber, dentre outras atividades correlatas.

Itapecuru-Mirim, 01/10/2013
Maria da Assenção Lopes Pessoa

Autora.



POETAS, ARTISTAS, PROFESSORES, ALUNOS, HISTORIADORES 
ACESSE: lagusa-ita-ma.blogspot.com.br
E VEJA COMO PARTICIPAR. PRAZO PARA ENVIO: FEVEREIRO A ABRIL DE 2014.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...