mercredi 2 janvier 2013

A META SUBLIME DO HOMEM


Cumpre o homem no mundo uma missão
– a elaboração consciente da sua própria
Identidade espiritual, eterna.
Pelos caminhos ele vai perdendo caminhos
Até tornar-se o próprio caminho.
A sublime imaginação do Rei, o Pastor,
a criança que vai nascer, e o Cristo
é o farol-guia que o alimenta, o orienta,
para não se perder em meio a tantos
desfavorecimentos, sofrimentos e dor.
Caem os conteúdos culturais da contemporaneidade,
O homem vê a riqueza acadêmica fugir-lhe às mãos,
Sente-se só e, muitas vezes, temeroso,
Mas é assim que deverá prosseguir.
Postergada essa missão do homem
No brilho insensato do materialismo em voga,
Sedutor, oportunista, superficial.
Brilham as luzes ofuscantes do mundo material
Anunciando avanços da informática, da técnica;
Mas, nuvens passageiras perante a grandeza imorredoura
do espírito; o que de fato permanece ao longo dos tempos.
Quando, por fim, a santa identidade espiritual
Pronta estiver, nela estarão presentes,
Enriquecendo o homem corajoso,
fiel e devotado ao mister divino,
o Rei, o Pastor e a criança que nasce;
e a doze passos, o encontro com o Cristo.



Gildo P. de Oliveira
Rio Verde, Goias, Natal de 2012

RESULTADO DO CONCURSO DE NATAL E ANO NOVO


QUERIDOS COLEGAS ESCRITORES (BEM, PARA MIM, TODO POETA É UM ESCRITOR, APESAR DE MUITOS SEPARAREM ESCRITORES E POETAS), ANTES DE LHES DAR O RESULTADO DO CONCURSO LITERÁRIO EM VOGA, DESEJO-LHES UM ANO DE 2013 MELHOR A CADA DIA DO QUE O ANO QUE SE FINDA EM BREVE!

JÁ QUE O MUNDO NÃO ACABOU, AQUI ESTÁ O RESULTADO. NÃO FOI NADA FÁCIL NOSSA ESCOLHA NEM ENTREGAR O RESULTADO NA VÉSPERA DO NATAL, MAS AQUI ESTÁ. AS MEDALHAS E CERTIFICADOS SEGUIRÃO EM JANEIRO, JÁ QUE EM DEZEMBRO FICA IMPOSSÍVEL CHEGAREM, GRAÇAS AO VOLUME ABSURDO DE CORRESPONDÊNCIAS E MERCADORIAS TRANSPORTADOS PELOS CORREIOS. ABRAÇOS!
COMENDADOR OLIVEIRA CARUSO (OU SIMPLESMENTE PAULO).


RESULTADO FINAL DO SEGUNDO CONCURSO LITERÁRIO “OLIVEIRA CARUSO” – NATAL E ANO NOVO


1.   MENÇÕES HONROSAS



NA CATEGORIA “POESIA”


ANDRA GABRIELA PRODEA (BUCARESTE-ROMÊNIA) – CARPE DIEM, IRMÃOS MEUS!

ANTÔNIO AZEVEDO AMORIM JÚNIOR (ITABORAÍ-RJ) – O NATAL DO MENINO TRISTE

AGLAÉ TORRES CRISTÓFARO (SÃO PAULO-SP) – DE VER E SENTIR

ANDRÉ MASCARENHAS (SÃO PAULO-SP) – NATALISMO

DÉBORA NOVAES DE CASTRO (SÃO PAULO-SP) – SINOS, HOSANAS...

DEISE FORMENTIN (SANGÃO-SC) – TEMPO DE PAZ AOS CORAÇÕES!

EDILSON NASCIMENTO LEÃO (URANDI-BA) – DEUS MENINO

HELLÁDIO DA SILVA HOLANDA (JOÃO PESSOA-PB) – SÁBIO MENINO

HELENICE MARIA REIS ROCHA (ONDE?) - NATAL DAS CRIANÇAS

ISRAEL DOS SANTOS (RIO DE JANEIRO-RJ) – VEEMÊNCIA DO NATAL (BRASÍLIA-DF)

LEOMÁRIA MENDES SOBRINHO (SALVADOR-BA) – O NATAL

LÚCIA PÉRRISSÉ MOREIRA VERAS (RIO DE JANEIRO-RJ) – FIM DE ANO

MARISA TODESCHINI KLAIN (PORTO ALEGRE-RS) – RELÂMPAGOS NATALINOS

NOILSON ABREU BENÍCIO DOS SANTOS (SALVADOR-BA) – NASCEU JESUS

PAULO CÉSAR VIEIRA DE AGUIAR (RIO DE JANEIRO-RJ) – HOJE SIMPLESMENTE É NATAL!




NA CATEGORIA “PROSA”



AGLAÉ TORRES CRISTÓFARO (SÃO PAULO-SP) – UMA CARTA DIFERENTE

AMELIA MARCIONILA RAPOSO DA LUZ (PIRAPETINGA-MG) – FELIZ ANO NOVO!

ELISABETH MARIA WEINZIRL TAFURI (PARQUE GUEDES-SP) – UM REVEILLON DIFERENTE

ISRAEL DOS SANTOS (BRASÍLIA-DF) – PAPAI NOEL

LAILA MARIA SOUZA DE ARAÚJO (PORTO ALEGRE-RS) – UMA HISTÓRIA DE NATAL

LENIR MOURA (ARRAIAL DO CABO-RJ) – O ESPÍRITO DE NATAL

LUCIANE MARI DESCHAMPS (FLORIANÓPOLIS-SC) – PRESENTE DE NATAL

MARIA APPARECIDA S. COQUEMALA (ITARARÉ-SP) – A LONGA NOITE DO PAPAI NOEL

MARIA RITA DE CÁSSIA PRETO MIRANDA (SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO-MG) – REVIVENDO O NATAL

MARIO REBELO DE REZENDE (RIO DE JANEIRO-RJ) – UM SONHO DE NATAL

NEGE ALÉM (SÃO JOÃO DA BOA VISTA-SP) – AQUELE PAPAI NOEL

NIJAIR ARAÚJO PINTO (CRATO-CE) – O INESPERADO DIA DE NEYTAN LEE

PEDRO LINDOSO (MANAUS-AM) – O GRAMOFONE ENCANTADO

REGINALDO COSTA DE ALBUQUERQUE (CAMPO GRANDE-MS) – UM CONTO DE JESUS

SÍLVIA SIMONE ANSPACH (SANTANA DO PARNAÍBA-SP) – MISSA DO GALO



  QUADRO DE MEDALHAS


NA CATEGORIA “POESIA”


MEDALHA DE OURO: ODYLA PINTO DE PAIVA (RIO DE JANEIRO-RJ) – NATAL

MEDALHA DE PRATA: FÁTIMA PARENTE (RIO DE JANEIRO-RJ) – “MUDARIA O NATAL OU MUDEI EU?...”

MEDALHA DE BRONZE: HAROLDO PEREIRA BARBOSA (RIO DE JANEIRO-RJ) – O OUTRO LADO DO NATAL



NA CATEGORIA “PROSA”


MEDALHA DE OURO: ROOSEVELT VIEIRA LEITE (TOBIAS BARRETO-SE) – A HORA DE PAPAI NOEL DE NATALINA

MEDALHA DE PRATA: JOSÉ HENRIQUE GOMES GONDIM (NATAL-RN) – UM PRESENTE INESPERADO

MEDALHA DE BRONZE: NERI FRANÇA FORNARI BOCHESE (PATO BRANCO-PR) - ...
E, NASCEU UMA CRIANÇA!


COMENDADOR OLIVEIRA CARUSO




Caro Poeta


 Alberto Cohen

Você não vê que seus olhos de devassar sentimentos
são periscópios voltados para o mais fundo da alma,
radiografias de coisas que jazem bem escondidas
debaixo do faz-de-conta que maquila tantas vidas?
Quantos anos envidados para amordaçar lembranças,
acorrentar o passado no porão do sofrer menos,
e, de repente, um poema, abrindo frestas nas portas,
liberta mil pesadelos, revive paixões já mortas
que tomam conta da casa, pulam muros, saem na rua
em busca das esperanças que, há muito, foram perdidas,
mas, sempre, estiveram perto, vestidas de alegorias,
cartas, olhares, sorrisos, álbuns de fotografias.
Melhor não ler com seus olhos de devassar sentimentos,
melhor não juntar seus versos com o que dorme na alma.
Escondido no silêncio das lágrimas não choradas,
manter, para sempre, o livro com as duas capas fechadas

Fim de Ano


Há uma pressa em terminar o que está em andamento. Em tentar saber o que nos aguarda nos próximos dias.
A correria se instala. Em fim, é o Final de Ano.
Termina um tempo, reinicia outro. Exatamente igual um anoitecer, depois um amanhecer. É apenas a sensação de algo mudou. A única certeza de renovação é ao escrever a nova data. Como o tempo nem existe, resta à esperança de dias melhores, uma busca constante da humanidade.
O tempo, seja ele fatiado ou apenas arrancar o último dia da folhinha, só serve para demarcar o inexistente.
Lá no passado, na Mesopotâmia, há uns 2700 a.C. os Sumérios inspiraram-se na Lua para contar o passar das noites. Mais tarde os egípcios, enxergaram o Sol, com seu trajeto no Universo, como uma fonte de Calendário. Organizaram-no com os 365 dias atuais. Hoje, o Calendário Gregoriano, desde 1582, serve de rumo para os afazeres humanos.
Espera-se um Ano com Vida Nova. Novos tempos. Muito Sucesso, deve ser a essência do Bem Querer a motivação para 2013.

Feliz Ano novo.

                                                        Neri França Fornari Bocchese- Presidente da ALAP
                                                             Academia de Letras e Artes de Pato Branco

2013


Surge um novo tempo
Com 2013, Ano Novo,
Que ainda Bebezinho acolherá milhões de desejos
E embalará nos braços nossa caminhada,
Adeus 2012, Ano velho,
Que irá levar com ele nossas alegrias e tristezas,
Dando-nos oportunidades novos rumos,
Ocasião propícia para renovação,
Desejar de coração que tudo seja novo,
Momento de mudar direções e buscar mudanças,
De realizar sonhos,
Exercitar a arte de ser feliz,
Brindar felicidade, saúde e prosperidade,
Comemorar mais uma fase da nossa história,
Cabe a todos nós dar o melhor que temos,
Para fazer desta Criança 2013 crescer, prosperar, progredir, florescer... Se tornar um ano de bem-aventurança.

Feliz 2013 para todos!

Tetecrispim
terezinhaa56@gmail.com

2013, PRESENTE!


       Teresinka Pereira

Podemos dançar na chuva
no hemisfério sul
ou na neve do norte,
ate ' reviver a magia
do universo ameaçado...
Pela manhã de cada dia,
podemos ver a luz do sol
no verde-esperança
do jardim de todos,
e pela tarde, descansar
na sombra da paz,
vivendo em íntima liberdade,
pois todo o bem evita
a fronteira do mal, se entra
em nossa vontade com
luz, paz e solidariedade.
Viva o 2013 que começa
pulsando em nossa esperança

(IN) FELIZ ANO VELHO!


Prof. Dr. Nilson Cesar Fraga
Universidade Estadual de Londrina - UEL - CCE/DGEO
Universidade Federal do Paraná - UFPR - PPGEO
www.nilsonfraga.com.br
1912-2012: 100 Anos do Contestado em Guerra!

Ano Novo


Feliz Ano Novo!


ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...