mercredi 18 décembre 2013

NATAL FELIZ E LUMINOSO 2014

  "As coisas tangíveis tornam-se insensíveis à palmão da mão. Mas as coisas findas, muito mais que lindas, essas ficarão."
                                         (Carlos Drummond de Andrade)
"O que torna belo o deserto é qu ele esconde um poço algures."
                                         (Antoine de Saint-Exupéry)
Não escapamos dos lugares-comuns (e, muitas vezes, eles trazem verdades): para os meus familiares (irmãos, irmãs, sobrinhos, primos, cunhados etc.) e para os outros "irmãos" (não de sangue - também de afeto), eu e minha família desejamos um feliz natal e um luminoso 2014.
Sempre digo: se não fosse a chuva, nunca veríamos o arco íris.

Que possamos lidar com as pedras e asperezas do caminho, e que a vida seja sempre celebrada - dádiva.
Que os baixos instintos (inveja, cobiça, ciúme, posse) sejam expurgados.
QUE SEJAMOS NUTRIDORES E NÃO VAMPIRIZADORES.
Shakespeare dizia que a mágoa é um veneno que a gente toma pensando que o outro vai morrer...
Se precisamos lidar com as nossas imperfeições, que compreendamos as dos outros.
É fácil ver o cisco no olho alheio.

(E para aqueles que perderam entes queridos neste e nos últimos anos, que tenham a força suprema de lidar com lacunas tão fortes.)
Somos finitos, passageiros, mas algo de nós - pelo trabalho, pela amizade e pelo amor -, sempre ficará.


Fraternalmente, Emanuel Medeiros Vieira, Célia e família
(Brasília, 17 de dezembro de 2013)

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...