mardi 1 octobre 2013

NOITE



   Teresinka Pereira

Começo a viver
cada noite, esperando
olvidar as tormentas
do dia.
Em alguma parte do mundo
sei que alguém traspassa 
o tempo com um vendaval
igual ao meu.
Eu só queria dar-lhe
minha mão companheira
nesta hora em que as sombras
ameaçam o próprio verso.
Mas escrevo.

**************

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...