lundi 13 mai 2013

MATRIMÔNIO MAIOR


Se  o matrimônio é externo
Não  é o oficiante que conta,
Nem mesmo as riquezas
Reunidas dos cônjuges para tal fim.
Caim quer impor suas leis;
Abel, suas dádivas.
Não há consenso.

É  preciso que ambos,
Espontaneamente,
Deem-se as mãos
Num ato  sacramentar livre,
 E  que o grande oficiante seja
O  Cristo.
O homem passa do
Matrimônio externo
Para a celebração divina
E  interior, imortal, eterna!

A Lenda do Templo
Fica pra traz;
Mas é o legado que Hiram
Transfere a Lázaro, o homem rico.


A ressurreição  de  Lázaro
Pelo Cristo  é  a lição  maior
Para a união de Caim e Abel,
De modo livre.
Missão do ser humano
Individualmente.



A   ressurreição de  Lázaro,
Lázaro-João,
 anuncia  ao mundo
João Evangelista 
O discípulo que o Cristo
Muito amava.
 


Quem  segue com grande compaixão,
Amor, humildade  e  vontade  de servir
O próximo, encontra no exemplo de
Lázaro -João o farol-guia
 Para sua evolução atualmente na Terra.




Lázaro-João um ser ímpar
Pela união de dois:
Lázaro e João Batista.


Caim quer impor suas leis;
Abel, suas dádivas.
Cuidemo-nos!


Gildo  P.  de  Oliveira
Rio Verde, Goiás, 27.04.13

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...