jeudi 20 septembre 2012

Roda de Leitura CEBRAC


Caros Associados,

O CEBRAC convida você para participar do 3° encontro do  „ Roda de Leitura“ .

Contamos com a sua presença.

Atenciosamente.

Equipe CEBRAC


A inacreditável história do diminuto sr. Minúsculo”, de Marcílio Godoi, conquista o Prêmio Barco a Vapor 2012


A Fundação SM, criadora do mais importante prêmio literário infantojuvenil do país, o Barco a Vapor, anunciou nesta segunda-feira (17/09) em cerimônia no MIS (Museu da Imagem e do Som de São Paulo), o ganhador do prêmio Barco Vapor 2012 e divulgou a convocatória para o prêmio de 2013, cujas inscrições passam a ser feitas exclusivamente de modo eletrônico, pelo site www.edicoessm.com.br, uma novidade em relação a anos anteriores.

“O júri elegeu por unanimidade A inacreditável história do diminuto sr. Minúsculo,de Marcílio Godoi, em função de sua ousadia inventiva, do convite à ludicidade e do desafio proporcionado ao pequeno leitor na aventura com as palavras.”
O original foi escolhido entre mais de 600 trabalhos inscritos este ano. A obra será publicada na coleção que dá nome ao prêmio, recebendo 30 mil reais a título de adiantamento de direitos. 

Na cerimônia, comandada pelo escritor e jornalista Cadão Volpato e que contou com a presença de cerca  150 pessoas, foi feita ainda uma homenagem à escritora Ana Maria Machado, membro da Academia Brasileira de Letras, e celebrou-se o bicentenário de publicação de Contos da infância e do lar, de Jacob e Wilhelm Grimm.


Mais informações:

A.      R. Comunicação
11.3814-1036 ou 11.8265-7012


A FUNDAÇÃO SM REALIZOU EM 17 DE SETEMBRO A ENTREGA DO 8˚ PRÊMIO BARCO A VAPOR
No Brasil desde 2004, o prêmio fomenta a produção literária infantojuvenil 
Maior distinção nacional concedida à literatura infantojuvenil, o prêmio Barco a Vapor é entregue em uma cerimônia que já faz parte do calendário paulistano de eventos literários. Este ano ela acontecerá no dia 17 de setembro, a partir das 19h30, no Museu da Imagem e do Som (MIS).
Pelo oitavo ano consecutivo, a Fundação SM – promotora e organizadora do evento – anunciará o vencedor do concurso, cujo original será publicado na coleção que dá nome ao prêmio, recebendo 30 mil reais a título de adiantamento de direitos. O prêmio, surgido na Espanha há mais de trinta anos, constitui uma das mais exitosas iniciativas da Fundação SM e é uma das marcas nos países onde o grupo atua: Chile, México, Argentina, Porto Rico, República Dominicana, Colômbia, Peru e Brasil.
“Estamos particularmente muito felizes, pois este ano tivemos mais de 600 inscrições. Este aumento reflete a adesão dos escritores à nossa iniciativa”, comenta Maria Pilar Lacerda, diretora da Fundação SM.
Como ocorre todos os anos, a Fundação SM homenageia uma personalidade ligada à literatura infantojuvenil. Em 2012, a homenageada será a escritora Ana Maria Machado, membro da Academia Brasileira de Letras e vencedora do prêmio internacional Hans Christian Andersen. O evento também comemorará o bicentenário da publicação de Contos da infância e do lar, de Jacob e Wilhelm Grimm. 
O processo seletivo do Prêmio Barco a Vapor
Numa primeira fase, os originais inscritos são triados por um grupo de escritores, professores e críticos. Posteriormente, as obras finalistas são encaminhadas para um segundo júri, que escolhe um único vencedor. Neste ano, participaram do júri final o escritor Ricardo Azevedo, Fernando Paixão, poeta e professor do Instituto de Estudos Brasileiros da USP, Ivone Daré, professora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Maria Zélia Versiani Machado, da Faculdade de Educação da UFMG, e Graziela R.S. Costa Pinto, editora do departamento de Literatura de Edições SM.
Fundação SM
Entre suas principais metas estão: estimular o aprimoramento dos professores, incentivar a reflexão sobre educação, apoiar projetos socioculturais de diversas instituições e fomentar a leitura e a produção literária. Apenas no ano passado as ações socioeducativas da Fundação SM beneficiaram mais de 180 mil pessoas no mundo inteiro.
No Brasil, a Fundação é parceira do movimento Todos Pela Educação, responsável pela pesquisa “A educação na Agenda do Próximo Governo”, levantamento sobre as expectativas da população brasileira para a educação entre 2011 e 2014. Outra iniciativa de peso foi a distribuição de 1.200 cartilhas “com objetivo de sensibilizar as famílias para a importância do acompanhamento da vida escolar das crianças e jovens”. Outra vertente importante do trabalho da Fundação SM é a promoção de prêmios: além do Barco a Vapor, ela promove o Prêmio Professores do Brasil e o Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos – ambos em parceria com o Ministério da Educação (MEC).
Por fim, atuando no fomento à leitura e no incentivo à produção literária, a Fundação SM apoia as principais feiras do setor, como a Feira Literária Internacional de Paraty e o Salão do Livro Infantil e Juvenil da FNLIJ, que acontece anualmente no Rio de Janeiro.


A.R. Comunicação Corporativa
www.arcomassessoria.com.br

Rua Rodésia, 139 cj 31- Vila Madalena
05435-020 - São Paulo -SP
55.11.3814-1036
55.11.98265-7012
Skype: angeloraposo

No Dia da Árvore, projeto de incentivo à leitura realiza mobilização nacional


Dia 21 de setembro de 2012 será realizada em 83 cidades de 24 unidades federativa a mobilização nacional do projeto Um poema em cada árvore, uma iniciativa de incentivo à leitura que utiliza as árvores como suporte de leitura.

Neste dia, em que se comemora o Dia da Árvore, uma rede poetas, educadores, agentes culturais e sociais estarão mobilizados para levar a poesia aos locais onde o povo está.


Sobre o projeto
O Um poema em cada árvore é uma iniciativa de incentivo à leitura realizada desde agosto de 2010 na cidade de Governador Valadares, Minas Gerais.

Idealizada pelo poeta Marcelo Rocha e realizada pelo Instituto Psia, a iniciativa caracteriza-se por utilizar as árvores como suporte para a leitura, pendurando mensalmente poemas de poetas desconhecidos do grande público nos oitis valadarenses.

Esta foi uma forma encontrada para construir novos espaços de fruição poética, ampliar o acesso da população à poesia e colocar o trabalho de poetas anônimos em contato com novos públicos.

O Um poema em cada árvore foi uma das iniciativas premiadas com o Prêmio Vivaleitura 2011, concedido pela OEI - Organização dos Estados Ibero-Americanos, Ministério da Cultura, Ministério da Educação e Fundação Santillana.


Mobilização nacional
 A repercussão nacional do projeto somada à sua característica pioneira e de fácil replicação permitiu que diversos poetas, educadores, agentes culturais e sociais brasileiros manifestassem interesse em realizar o Um poema em cada árvore em suas cidades.

Ao encontro dessas maravilhosas manifestações será realizado no Dia da Árvore (21 de setembro) o Um poema em cada árvore (Mobilização Nacional) em 83 (oitenta e três) cidades de 24 Unidades Federativas brasileiras, constituindo assim uma rede de poetas, educadores,agentes culturais e sociais mobilizados em fomentar ainda mais as intenções do projeto no que refere à conquista de novos espaços de fruição poética, ampliação do acesso da população à poesia, divulgação do trabalho de poetas desconhecidos do grande público e elevação do índices de leitura em nosso país.


Mais informações:


Contato:
marcelo@institutopsia.org

Prêmio SESC de Literatura



         Para quem espera uma oportunidade de publicar seus textos em uma grande editora e alcançar repercussão nacional por conta de sua obra, eis que o momento tão almejado chegou, sobretudo para aqueles escritores, que estão com livros inéditos nas categorias de conto e poesia. Trata-se do Prêmio Sesc de Literatura, versão 2012/2013, que vem sendo promovido em todas as regiões brasileiras pelo Serviço Social do Comércio em parceria com a Editora Record e que tem prazo de inscrições para ser encerrado no próximo dia 30/09.

           O concurso é destinado ao público adulto, e, de acordo com a organização, os textos devem ser escritos em língua portuguesa. Para efetivar inscrição, cada concorrente pode participar com apenas uma obra em cada categoria.

           Caso o escritor interessado decida se inscrever nas duas categorias (conto e romance). Vale registrar que as inscrições devem ser feitas separadamente, contendo pseudônimos distintos.

           Do regulamento amplamente divulgado pelo Sesc consta que autores brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil podem participar, não
sendo permitida a inscrição de menores de 18 anos, bem como de residentes
no exterior.

           Cada texto inscrito deve ser inédito, isto é: nunca ter sido publicado. A coordenação do Prêmio Sesc de Literatura entende por publicação o processo de edição de uma obra literária e sua distribuição em livrarias e internet, mesmo que essas obras não possuam registro no ISBN.


*ENCADERNAÇÕES E PSEUDÔNIMO OBRIGATÓRIO*

O regulamento do Prêmio Sesc de Literatura estabelece ainda que os
originais inscritos devem ser enviados em quatro vias, encadernadas, com
folha de rosto, onde deverão constar apenas o título da obra e pseudônimo
obrigatório do autor, acompanhados de envelope lacrado contendo versão
impressa da ficha de inscrição online, comprovante de residência e
certificado de autoria.



*RESULTADO E PREMIAÇÃO*

Está assegurada ao vencedor de cada categoria a publicação de sua obra e
conseqüente distribuição comercial pela Editora Record, com tiragem de
2.000 exemplares.
O resultado da premiação será anunciado pelo Sesc em março de 2013 e o
autor vencedor terá direito a 10% do valor de capa da obra quando da sua
comercialização em livrarias. Parte da primeira edição, garante a
organização, será adquirida pelo Sesc para inserção no acervo de
bibliotecas mantidas pela Instituição em todos os estados brasileiros.



Confira mais informações sobre o Prêmio Sesc de Literatura 2012/2013 acessando o link: www.sesc.com.br/premiosesc




O Sesc Centro João Pessoa fica localizado
à Rua Desembargador Souto Maior, 281, Centro.
Telefone: (83) 3208-3158.







Associação MANDALA anuncia para o próximo dia 22


ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...