lundi 2 avril 2012

A ESCOLA VESTE AZUL

Na próxima segunda-feira o Colégio Unificado solidarizando-se ao movimento Mundial que dedica o dia para trabalhar a CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO, pede a colaboração dos pais para abraçarem essa causa incentivando seus filhos a vestirem-se de azul.

Diante desse movimento da escola curvo-me em sinal de agradecimento.

Parabéns Jeanne, Yara e a toda equipe Unificado!

Pequenas iniciativas podem gerar grandes movimentos sociais, políticos e educacionais.
Abraçar a causa é olhar com respeito, solidariedade e amor para cada criança com Transtorno do Espectro Autista e sua família. 
Assim, sentimo-nos abraçados e amparados pelo Colégio que escolhemos para o nosso filho. 
Camiseta azul e coração aberto para pouco a pouco transformarmos nossas ações diante das diferenças.
" Quando nos colocamos naturais diante da diferença atingimos a igualdade". (Claudia Cristine Cugnier Guenther)
Um grande abraço


Aos amigos e parceiros que estão conosco nesse movimento (entende-se aqui pais, professores e toda a comunidade escolar):

Acredito que todos vcs já tenham lido o recadinho enviado pela escola por email na sexta-feira (30.03) solicitando que as crianças compareçam à escola na próxima segunda-feira vestitindo  azul atendendo um pedido mundial, pois dia 02.04 é o DIA MUNDIAL DA CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO. A cor do autismo é azul e nesse dia muitos monumentos importantes no mundo vestem-se de azul na tentativa de chamar a atenção de todos para o assunto. Não é um dia de comemorações. Longe disso! Até porque ninguém comemora a descoberta de um filho autista. Também não é um dia para apontar na escola quem é a criança autista. Assim como não é um dia para piadas e comentários preconceituosos.O dia sugere reflexão, solidariedade, respeito, esclarecimento, busca de entendimento e recursos e muitas ações do bem.

Sempre acreditei no poder de ações com o propósito do bem, acredito mesmo que pequenos movimentos podem gerar grandes mudanças, mas também acredito que toda ação tem uma reação por isso, prudência! Foco, respeito e sensibilidade me parece essencial para tratarmos do assunto com responsabilidade. A ideia é tratarmos e falarmos do assunto para melhor compreensão e para nos posicionarmos de maneira mais adequada e apropriada diante dele.Torço para que esse movimento marcado pela escola atinja o propósito de refletirmos sobre o assunto e modificarmos nosso pensar e agir diante do mesmo. Torço para que sejamos levados a nos aproximar ainda mais desse universo a ponto de agirmos de maneira mais natural diante dessa realidade sem deixarmos de nos sentir comprometidos e envolvidos por ele.

O que eu gostaria de lembrá-los é que vestir azul deve fazer sentido tanto para os grandões quanto para os pequenos. De novo digo que não terá valido a pena todo o movimento se a única coisa que conseguirmos fazer nesse dia for apontar o dedo e dizer: aquele é o menino autista! O movimento não serve para isso. A questão não está centrada no reconhecimento e identificação de possíveis crianças com Transtorno do Espectro Autista (nome oficial do Autismo) apenas e sim,  em um movimento maior que pretende promover o entendimento e mobilizar as pessoas envolvidas para ajudarmos essas crianças a sentirem -se amparadas e melhor compreendidas nos diferentes contextos usando para isso o que cada um tem de melhor.

Você pode estar se perguntando: o que dizer para meu filho nesse dia quando ele questionar do por quê usar azul na segunda-feira????

Diga a ele que o dia 2de abril é um dia muito importante para todo o mundo porque esse dia foi escolhido para que as pessoas parassem um pouquinho o que estão fazendo para pensarem sobre o assunto. Diga a seu filho que existem muitas crianças com esse transtorno e que esse número está crescendo muito por isso precisamos conhecer e entender um pouco mais sobre ele para saber o que fazer para ajudar. Diga para seus filhos que crianças que tem esse transtorno tem um jeito diferente de brincar, pensar, falar, se relacionar e funcionar. Que crianças com esse transtorno tem, de modo geral, dificuldade para se comunicarem, dificuldade para interagir e se relacionar com outras pessoas e crianças e que podem ter também comportamentos diferentes das demais crianças, como: se interessar por um tipo específico de assunto, usarem os brinquedos para brincar de forma diferente (girar rodinhas de carrinho ou enfileirar objetos), não olhar muito para vc enquanto falam, parecerem desinteressados, preferirem ficar sós, ...  

Mas, acima de tudo e o mais importante , diga para seu filho que embora essa criança seja diferente em alguns aspectos ela tem muitas coisas bacanas também que merecem ser enfatizadas. Fale sobre essa criança com o mesmo carinho que vc gostaria que falassem de seu filho. Fale das habilidades dela, do quanto também pode ser bacana brincar de faz de conta como ela faz, de conhecer e falar dos animais como ela faz (inclusive quando os nomeia em inglês), de contar histórias como ela conta, da criatividade na criação de brinquedos e animais na aula de arte, das vezes em que ela se mostrou solidária com os amigos quando os viu machucado ou chorando (foi o que o Thor fez quando a bola do Vini Gil caiu no lago na escola de campo e o amigo quase inconsolável foi acolhido por ele, quando o Thor se solidarizou ao Gabi mostrando-se preocupado com amigo que havia ficado preso no banheiro do ônibus dizendo: o Gabi estava emocionado. Ele vai ficar bem?, quando a Greta estava chorando na festa do Fernandinho e ele ao perceber a amiga, sentou-se ao lado dela e segurou sua mão, na forma como ele apresenta os amigos a outros amigos: - esse é o meu melhor amigo. Aperta a mão dele.) Diga que embora ele tenha dificuldades de brincar com seu filho da forma como seu filho deseja, ele sabe e pode brincar de outras maneiras e isso lhe faz bem. Diga que ele não fala dos mesmos assuntos que seu filho costuma falar porque ele tem interesses diferentes e que ele se sente melhor e mais seguro falando sobre o que gosta e o que lhe dá prazer e isso não tem mau algum. Que ele muitas vezes não responde as perguntas de seu filho porque ele tem um poder de concentração grande, principalmente, quando ele está envolvido por coisas que gosta muito e tem interesse. Diga a seu filho que ele não precisa se sentir constrangido e embaraçado diante de alguns comportamentos do Thor. Encoraje seu filho a participar das brincadeiras, incentive seu filho a criar espaço nas brincadeiras para que o amigo que prefere brincar de outras formas possa participar, motive seu filho a tratar seu amigo com profundo carinho e respeito. Oriente seu filho a demonstrar interesse pelas coisas feitas e reveladas pelo amigo. Diga a seu filho para não ter medo, para não 
sentir-se constrangido diante de algumas atitudes inesperadas do amigo. Diga a seu filho que demonstrações de carinho são fundamentais na relação de amizade e que seu filho pode corresponder aos abraços e beijos do Thor sempre que ele for oferecido, afinal nós também trabalhamos para demonstrar ao Thor que o amor tem poder transformador. Temos percebido que ele já entendeu esse poder e isso se confirma toda vez que ele abraça com carinho um amigo,um professor, uma mãe, um pai, uma prima, um tio, ...

Dedique um tempo para falar com carinho, respeito e solidariedade sobre aqueles que são o foco de atenção desse dia e mês. 

Dia 02 de abril: um dia para criarmos novas referências e ações mais humanas e solidárias em relação a diferença.

Contamos com o apoio e participação de vcs sempre!

Que essa ideia e forma de olhar seja difundida.


Um grande abraço a todos

Com carinho!
Claudia Cristine Cugnier Guenther

Luiz Lyrio

Por Clevane Pessoa

O saudoso escritor e poeta mineiro, Luiz Lyrio, Professor de História até aposentar-se, quando partiu , em 08/08/2009, deixou livros, numerosos artigos e artigos na Internet, participou da antologia  Nós da poesia, do Instituto Imersão latina, IMEL, com direito a caricatura, em trabalho do desenhista e poeta Bruno Grosso ,será homenageado neste ano , postumamente, em várias oportunidade:> o aBrace (Brasil/Uruguai) que ele representava, acaba de lançar seu livro A Guerra do Fim do Mundo, a Câmara Municipal, pelo Projeto Rua Viva, vai dar seu nome a um logradouro, em 09 de abril e a antologia especial do IMEL-para ser lançada na Rio +, vai manter a tradição de tê-lo em suas páginas.
Militante estudantil, escreveu um livro que já está se tornando "Cult", Nos Idos de 68, autobiográfico, narra as peripécias da época da Ditadura e de sua prisão.
Também fundou o tablóide Estaço e depois, Estalo a Revista.
Perto de falecer, chegou a publicar , em Aracaju, Estalo em forma de jornal.

Luiz Lyrio era acadêmico correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni(MG)  e e cachoeiro do Itapemirim(ES)

Luiz Lyrio (Luiz Paulo Lyrio de Araújo) era um poeta vibrante e enfático, embora escrevesse mais em prosa. iara Abreu ilustrou dois de seus poemas para o Projeto Aspectos Urbanos. Ele chegou a visitar uma das mostras da artista, na Biblioteca Estadual Infanto Juvenil, onde posou, muito satisfeito, ao lado de um de seus poemas.Abaixo, um belo exemplo.

Grande companheiro de luta cultural, militamos na revista Estalo e apresentei, com ele, shows de leitura dramática de seus contos e crônicas , no Restaurante Cozinha de Minas-na casa da Av.Contorno- em especial, dos livros Marcas de Batom (capa de Allez Pessoa, edição do autor)  e Abdução, neste fazia  um retrato muito real da situação do professor brasileiro, dos rumos da Educação, das relações entre professores e alunos.Nos seus livos, revivenciava seu cotidiano .Prefaciei a ambos e fui revisora de quase tudo que escreveu..

Quando ,no Bar Matriz (edif JK), estava conosco em show da banda Zero-um revival dos Anos 80- , era a única e animada cabeça branca a assistir o show.Passavam jovens e o chamavam.Perguntei a um se ele fora um professor bravo, o rapaz encheu-o de elogios e ele soltava sua risada inconfundível.Olhei-o e tinha os olhos marejados...Nesses seus dois seus livos, revivenciava seu cotidiano .Prefaciei a ambos.

                                            Clevane Pessoa de Araújo 
                                                   Belo Horizonte,MG

><*><
UNIVERSO EM DESTEMPERO

A terra, contrariada e furiosa, treme.
O vento, que assobiava, agora geme.
Eu, nessas horas, finjo que não ligo,
enquanto as pessoas buscam abrigo.

E cada um reage de modo variado:
Enquanto um, covarde, foge apavorado,
e outro, inutilmente, só esconde a cara;
a coragem, na Terra, se torna coisa rara.
O ar, vítima de asfixia, fica carregado
e o velho sol se esconde atemorizado.

Ninguém a enfrenta
e o clima esquenta.
Nuvens acinzentadas
e faíscas eletrificadas
tomam conta do céu.
Pássaros voam ao léu.

O universo todo, também a ela devotado,
cheio de raiva, transpira em bicas, revoltado.
O planeta azul fica roxo e, solidário a ela,
sem titubear, toma partido na querela.

E, então, expelidos do seu interior mais profundo, 
e saindo por todos os poros vulcânicos do mundo,
devastadores, correm incandescentes rios de lava,
quando minha e/terna e linda namorada fica brava.
Luiz Lyrio
Menção Honrosa no VI Concurso Newton Braga de Poemas

Fonte:


http://luizlyr.blogspot.com

UM LEMA ESPIRITUAL

Um lema devem os homens empunhar, caso contrário não haverá progresso em nossos tempos:
Procurem a vida realmente prática e material, mas procurem-na de modo que ela não os torne insensíveis ao espírito que nela atua.
Procurem o espírito, mas não o procurem com volúpia metafísica, por egoísmo metafísico;
 Procurem-no por quererem usá-lo desinteressadamente na vida prática, no mundo material.
Observem o velho ditado “ espírito nunca sem matéria, matéria nunca sem espírito” de modo a poderem dizer: queremos realizar toda ação material à luz do espírito, e queremos procurar  a luz do espírito de modo tal que ela nos desenvolva calor para nossa ação prática.
O espírito que por nós é conduzido à matéria, a matéria  que por nós é trabalhada até sua revelação , pela qual ela extrai de si própria o espírito;  a matéria que  tem seu espírito revelado por nós; o  espírito que por nós é tangido para a matéria; ambos formam aquele existir vivo, capaz de levar a humanidade a um progresso real, aquele progresso que só pode ser almejado pelas melhores esperanças nos mais profundos recônditos das almas na atualidade.

Rudolf Steiner,
fundador da Antroposofia,  Dornach, Suiça.

Enviado por: Gildo Oliveira

Exposição Zona Tórrida

Zona Tórrida convida o visitante a explorar as singularidades da produção artística feita a partir do Nordeste, atentando para a força da cor das obras e sua relação com as características ambientais e culturais da região. A hipótese de que a luminosidade do Nordeste – situado na zona tórrida do globo – é capaz de conduzir a grandes estridências cromáticas, mobiliza o curador na seleção dos mais de cinquenta trabalhos de autoria de artistas reconhecidos.

Período: até 20 de maio
Local: Santander Cultural Recife - Avenida Rio Branco, 23 – Bairro do Recife – Fone: 3224-1110
Horário: terça-feira a domingo, das 13h às 20h.
Entrada Franca


ENTRE OS ARTISTAS DESTACAM-SE:

Almandrade   -  (Membro AVSPE)
Antonio Bandeira
Antonio Dias
Carybé
Cícero Dias
Flavio-Shiró
Joaquim Rego Monteiro
José Cláudio
José Pancetti
Lula Cardoso Ayres
Montez Magno
Rubem Valentim
Vicente do Rego Monteiro

Recebido de Célia Labanca:

Meu pessoal amigo!

Por favor se agende: dia 10 de abril, terça feira, lanço meu mais novo livro: "A NOITE TEM RAZÃO". Ele está lindo, e seria impossível eu não ter a honra e recebê-los no Atelier da Ana Veloso onde farei a festa. Vamos tomar um uísque para comemorar, e cada um de vocês pode convidar quem quiser.

NÃO FALTEM, preciso de meus amigos e amigas juntos de mim, tá?!



Semana da PÁZcoa 2012

Todos os anos durante essa semana, sempre falam sobre a importância do sofrimento de Jesus Cristo, para a melhoria da humanidade, a sua compaixão e o seu amor descomunal pelas pessoas.
Através dos anos a sua mensagem ficou, principalmente nas festas de final de ano, seu nascimento e durante a quaresma, marcando o seu passamento, onde nessa época as pessoas se reúnem para “comemorar” com presentes e muita bebida.
Agora chegou a vez da Semana Santa, as indústrias já planejam o faturamento desde o início do ano, ovos de todos os tipos, tamanhos e formas, com tudo dentro, desde recheio até brinquedos, transformando essa data de consternação e reflexão na “festa do vinho” e do “ovo de páscoa”, nenhum segmento de imprensa ou até de propaganda não mostra qual é a relação do vinho, sangue de Jesus e do ovo, a transformação da vida terrena na vida espiritual; onde muita gente pensa que o vinho seria para comemorar algo, nem sabe o que é; o ovo de chocolate, serve para  presentear e saborear os prazeres do produto, muitos colecionam chocolates e dão vazão a mais um pecado, a gula, comem tudo de vez, o que poderia até tentar distribuir algumas unidades para outra criança que não tem a oportunidade disso.
Na falta de oportunidades, muitos se aproveitam para pedir dinheiro nos semáforos, pedindo algum para comprar “ovo de Páscoa”.
Os valores vão se modificando, a família se desestruturando, o amor de Jesus Cristo vai se derramando; crimes e desrespeito ao próximo não assustam mais, de vez em quando, o que chama atenção são os crimes entre irmãos, pais matando filhos e vice versa, a agressão física ficou “normal” ,  a Semana Santa sempre vem com uma grande carga de comoção e de reflexão sobre os atos da humanidade, mas o que vemos sempre é a falta de amor, destruída pelo consumismo e capitalismo selvagem; nessa hora de reflexão, onde as famílias devem unir-se para refletir sobre todas as provações que a humanidade está passando, o “sangue” de Jesus embebeda criando mais confusão e  o “renascimento” de Cristo  agora virou motivo de gula.


Marcelo de Oliveira Souza

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...