jeudi 22 mars 2012

LITERARTE VISITA GENEBRA

A Associação Internacional Literarte visitou Genebra onde veio concretizar parcerias e fazer doação de livros.
Entre os presentes, a Presidente Izabelle Valladares, Dyandreia Portugal, Arlete Trentini, J. C Bridon e Isis Berlinck Renault.
Os representantes foram recebidos pelo Varal do Brasil com muita satisfação e, num momento alegre e informal no Consulado Geral de Genebra, livros foram distribuídos para a Associação Raízes de Genebra e Varal do Brasil.
No Consulado, a equipe foi muito bem recebida pelo Cônsul, Embaixador Ernesto Rubarth e pela Vice-Cônsul Ceres Menin Flores, assim como membros da Associação Raízes, Ignes Agra e Magnolia Vigny.
Foi empossada como Conselheira Internacional da Literarte, Jacqueline Aisenman, redatora-chefe da revista Varal do Brasil e diretora da livraria do mesmo nome. Jacqueline foi também empossada como membro da ARTPOP de Cabo Frio.
A equipe da Literarte seguiu no dia seguinte para Berna, onde foi encontrar a Pastoral daquela cidade e depois segue para a Basiléia encontrar os representantes da CIGA Brasil.
Entre as parcerias amigas firmadas entre a LITERARTE e o VARAL DO BRASIL está o fato de que os autoress que escrevem no Varal poderão vender livros também nas livrarias físicas e virtual daquela Associação (Rio de Janeiro e Vitória, Espírito Santo) não necessitando associação para tal.
Também, para o Salão do Livro de 2013, espera-se ter a LITERARTE presente no 27o. Salão do Livro de Genebra dividindo um stand com o VARAL DO BRASIL.
O dinâmico grupo da Literarte, que já vinha de uma viagem pela França, Inglaterra, Bélgica e Luxemburgo, segue agora ainda para Holanda e Áustria antes de retornar ao Brasil.















THOR NA LIVRARIA CATARINENSE


Olá gente querida !



Aproveitando o DIA MUNDIAL DA CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO, eu e a Livrarias Catarinense estabelecemos uma parceria na tentativa de aproveitarmos a data para gerarmos alguns momentos dedicados a discussão e a reflexão sobre o assunto. O livro "A HISTÓRIA DO THOR: UM SOM E UM TOM PARA AS PALAVRAS QUE NÃO FORAM DITAS" é apenas um dos canais que oportunizam a discussão sobre o tema.



Os encontros acontecerão em dois momentos:



17.04.2012 - LIVRARIAS CATARINENSE - SHOPPING BALNEÁRIO CAMBORIÚ - 19:30 HR (ANEXO - AGENDA CULTURAL DA LIVRARIA DE BC)

25.04.2012 - LIVRARIAS CATARINENSE - SHOPPING BEIRA MAR - 19:30 HR - FLORIANÓPOLIS



CONTO COM A PRESENÇA DE VOCÊS PARA FORTALECERMOS ESSE MOVIMENTO QUE OPORTUNIZA TROCA, CRESCIMENTO E TRANSFORMAÇÃO.
AMIGOS DE FLORIPA, CONTO COM O APOIO DE VCS!
ANTECIPO MINHA GRATIDÃO PELO CARINHO, ATENÇÃO E GENTILEZA QUE VOCÊS TEM DEDICADO AS MINHAS MENSAGENS VIA EMAIL E FB. DEIXO AQUI UM ESPECIAL ABRAÇO PELO APOIO, INCENTIVO E CARINHO DE TODOS!




Com carinho!

Claudia Cristine Cugnier Guenther



"A HISTÓRIA DO THOR: um som e um tom para as palavras que não foram ditas."



- Livraria Catarinense, no Balneário Camboriú Shopping e demais lojas. Site para compra: www.livrariascatarinense.com.br

- Livraria e Papelaria Nobel, em Balneário Camboriú, na Avenida Alvin Bauer.

- Divulgação nos blogs: varaldobrasil.blogspot.com

                          autismoematernidade.blogspot.com

- A venda pelo site da Livraria Varal - com distribuição para toda Europa - www.livrariavaral.com/br

PEDRA ESMERALDA

Pedra verde,
De grande valor;
Pedra-vida,
Vida superior
Anunciando o nascimento
Do novo Eu; espiritualidade!

Pedra verde,
Verde-vida,
No verde do Amazonas,
Altas forças;
Presente nas nossas matas,
Impecáveis, ricas, exuberantes...
Presente em outras plagas...

Tão bela
Quanto os olhos
Verdes e belos
De uma criança
Ingênua e pura;
Verde-esperança!
Esperança é a Pedra
Dos grandes sábios,
Servidores da Humanidade,
Que, sem medir esforços,
Trabalham, incansavelmente,
Em prol da evolução do homem
Na Terra e no Cosmos.

Medicina Universal!
Seu brilho contorna a Terra,
Alcança o cosmos, vive
No interior do homem
De boa vontade como sua
Essência divina...

Ele a cultiva
Com amor e dedicação ímpar;
Sabe muito bem o que Ela
Representa para a evolução
Da Humanidade;
Traz remédios
Para curar os males
Do homem e minimizar
Suas dores.
No mais humilde casebre,
No mais distante sertão,
Em qualquer lugar chega
Seu brilho curador universal!
 
Sobre o criado-mudo
Um pequeno globo de Esmeralda
Anuncia a presença de um homem
Corajoso que por essa realização
Espiritual aspira.
 
No mais formoso rosto,
Não  brilha mais uma peça
Maravilhosa de Esmeralda
Que a Ciência Espiritual
Vivenciada
Pelo servidor fiel do Cristo Jesus
Em plena liberdade.
Eis a verdadeira Pedra Esmeralda;
Ela não pode ser adquirida
Por outros meios, senão através
De esforços altruístas e amor  a favor
Da condição humana carente,
Pois Ela é a Pedra Universal
Do Autossacrifício!
 
 Gildo Oliveira

CEBRAC informa: Encontro de Mamães e Bebês

Encontro de Mamães e Bebês CEBRAC - toda quinta-feira ás 10 horas

Crônica da Urda



                        AFINAL, CUSCO!!!

=======================================



(Excerto do livro "Viagem ao Umbigo do Mundo, publicado em 2006)



E na sombra do entardecer, chegamos a Cusco! Ah! Cusco, Umbigo do Mundo, como é possível alguém morrer sem ter te conhecido? Eu acho muito difícil descrever Cusco, e talvez seja mais elucidativo contar das longas ruas de construções Incas até hoje inabaladas, não importa quantos terremotos ou quantos cristãos já tenham acontecido ou vivido naquela cidade. Um dia ela foi uma Cidade Imperial, e então tudo lá foi feito da melhor qualidade possível, com as pedras tão bem cortadas como se o fossem por raios laser, e as longas ruas de construções Incas estão lá como no passado, embora tenham sofrido um exorcismo espanhol. O que aconteceu foi que os Incas gostavam das suas construções térreas, baixinhas, e os espanhóis provinham de uma cultura de cidades muradas, de casas altas e oprimidas por uma longa Idade Média. Então, o exorcismo que aconteceu quando Pizarro afinal apoderou-se de Cusco foi que seus sequazes e descendentes construíram segundos e terceiros andares nas casas térreas, e os fizeram com rendilhados balcões espanhóis, e transportaram para Cusco uma nova maneira de viver, um tanto quanto mourisca, e enxertaram nas casas Incas coisas das quais já vinham enxertados, e à primeira vista, para quem está desavisado, tem-se  até a impressão que se está a adentrar a uma cidade espanhola – mas é só olhar mais um pouquinho, olhar para o térreo sob aqueles balcões que também são lindos, para se dar de cara com o antigo passado  Imperial daquele lugar que, sem dúvida, é o Umbigo do Mundo, conforme os antigos Incas o chamavam.        

                                               Cusco é um lugar sempre tão cheio de turistas que a chegada de um bando de extraterrestres não chegou a causar estranheza, e acabamos indo dar num hotel moderno, num quarteirão moderno, mas felizmente não muito longe da Praça de Armas – dava para ir à pé até lá! E foi o que fiz assim que me acomodei e tomei meu banho, apesar da preocupação que vi estampada nos companheiros quanto à minha segurança, por sair à pé já noite fechada, sem querer tomar um táxi. Mas eu estava em Cusco – como deixaria de andar à pé por aquelas ruas onde um dia caminharam por todos os lados os Filhos do Sol? Rapidamente atingi a Praça de Armas e parei, deslumbrada, encantada, fascinada, por poder de novo estar ali! Mesmo os 3.400 m de altitude de Cusco pareciam não me fazer grandes efeitos, mesmo depois de alguns quarteirões de caminhada apressada, tamanha a emoção que estava sentindo! Como que segurando nas mãos o coração descompassado, parei no meio da Praça de Armas a olhar devagarinho o entorno, mal acreditando que estava ali! Aquele era, afinal, o Umbigo do Umbigo do Mundo! Em duas rodas fôramos aqueles muitos milhares de quilômetros sem nenhum problema, sem ninguém se acidentar, sem ninguém se machucar, embora tivesse havido tantas quedas – e agora eu podia deixar o coração pular de alegria e de encantamento tanto quanto quisesse! Valera a pena, puxa como valera a pena!





Urda Alice Klueger

Escritora, historiadora e doutoranda emGeografia pela UFPR

I Seminário Nacional Retratos

CEBRAC de Zurique informa: Sábado, 24 Março - Vernissage Karina Boner - 15 horas


Caro sócio,
no próximo sábado no CEBRAC visite o bazar do LIVRO a partir das 12 horas e ás 15 horas
participe na Vernissage de Karina Boner . ARTE PASTEL
Mais informações : www.cebrac.org e Facebook

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...