lundi 17 décembre 2012

Natal das vicissitudes

Por Maria de Fátima Barreto Michels




Vi um velho triste, quase chorando
A moça não queria mais dormir ali
Passar a mão em suas pernas
Vi a lojinha cheia de brincos e colares
Nas pálpebras da balconista
As cores todas possíveis
O povo comprava o frango na oferta
A barriga tem necessidades que talvez...
A própria razão desconheça
Os colares precisam combinar com os brincos
A vizinha não usa brincos
Mas usa frangos
Suas pálpebras caem de sono
É preciso ler Drummond
Ele também indaga sobre pernas
Pra que tanto brinco, meus Deus?
Uma bolsa por quatrocentos reais?
Daria para tanta gente comer frango!
Jesus vai nascer dinovo, que bom!
Alguns dias de vicissitudes
Haverá fartura de brincos e bocas
Frangos, cores, pálpebras e pernas!

P.S.: Eu desejo pra você canto de passarinho

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...