lundi 6 février 2012

FALHA DA PATA

Lariel Frota



-Uma peça de dominó pelo seu pensamento vô.

-Garoto sapeca, agora quem se assustou fui eu.

-Desculpe, foi sem querer. Você também tá de castigo?

-Eu não, acho que já passei da idade dos castigos, e você,  muito bravo com o seu castigo?

-Maaaaaaaaais ou menos.

-Como assim mais ou menos, ou está zangado ou não.

-Ah vô, a  mamãe disse que eu ia ficar uma semana sem video game pra pensar no que fiz de errado e  aprender a não falar mais palavrão a torto e direito. Quer saber, acho gente grande muuuuuito complicado:tem palavrão direito vô,  e no que ele é diferente do torto?

-Hum!

-Cê acha que depois de dar uma topada na pedra,que  quase arrancou  a ponta do meu dedão eu ia falar: “Ai meu anjinho iluminado, obrigado por essa topada?” Quando eu percebi já tinha soltado três palavrão, daqueles bem feio. Mas eu já escutei o papai, a mamãe e até você falar isso  quando joga truco com seus amigo.



                                                            (….)

-Meu bem, você não acha que exagerou no castigo? Coitado doClaudinho, além da dor  da topada, não poder jogar bola, ainda ficar uma semana sem video game?

-Tenho certeza que não exagerei. Tô tentando dar  um pouco de limite. Ele vai pensar no assunto e perceber  que as vezes é preciso engolir alguns sapos. Fará  bem pra ele aprender com essa experiência dolorosa, pode ter certeza.

-Então tá. Você é mãe,  deve saber o que tá fazendo!



                                                           (…)

-Vô, porque você ainda  tá aí sentado tão quieto?

-Ora, você num tá pensando no que falou  de errado como sua mãe mandou? Então, também tô procurando meus erros.

-Você fala  nome feio?

-Só  de vez em quando!

-Vô, olhando a pata ciscando,  tô tendo uma idéia da hora, quer ouvir?

-Hum hum!

-Sabia que trocando algumas letras um nome feio vira outra coisa, só tem que tomar cuidado com a letra “u”, porque fica meio parecido…

-Daí….

-Daí que na próxima vez que eu der uma topada, ou uma martelada no dedo, pra aliviar a dor  posso falar bem alto e ninguém vai perceber que tô xingando, quer aprender?



                                                (…)



--Não disse que o Claudinho e o meu pai tranformam até  castigo em brincadeira boa pros dois?

-É verdade meu bem, olha   a farra  deles! O que isso, letra de música?

-Sei lá, acho    que não. Deve ser algum joguinho inventado no tabuleiro de letras que os dois construiram nas férias  passadas.





                                             (…)



Os últimos raios de sol  preguiçosamente se escondem no horizonte dourado. A natureza se aquieta nos ruidos da noite  que chega de mansinho. Sob a goiabeira  carregada de frutos maduros,  velho e menino, menino e velho,  felizes navegam em letras trocadas,   juntando-se   no  tempo mágico  quando  amor é infindo. O som das palavras sem nexo  e    das gargalhadas,  ecoam   qual sintonia  perfeita do SENHOR DOS TEMPOS!



-Falha da pata…pata ca parau…falha da para….pata ca parau….falha da pata…pata ca parau…………………..

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...