dimanche 4 décembre 2011

PASSIO


EMANUEL MEDEIROS VIEIRA
(PARA O FÁBIO)


(...) “E de moda em moda, ocupamos o tempo que, senhorio cruel, nos desaloja”.
                                 (HP)
A)     Aqui, irrompe o pranto
não  a redenção.
B)      Redigo o diário de bordo
       (o mar é interior)
C)      Preparo o inelutável ritual:
pronto  está o farnel: água no cantil, pão de centeio.
(Folha de papel em branco, lápis, borracha.)
Retenho o cheiro de orvalho – caído numa manhã de infância.
D)     Restaram empáfias, vaidades, simulacros, engenhocas eletrônicas.
E)      Paixão vem do latim Passio.
    A tradução é sofrimento?
F)      O estoque de capital anunciado não me sacia.
G)     Nada me sacia?
H)      Navegador do Apocalipse?
I)        O mar não me alcança – a juventude longe.
J)       Luz para o caminho: uma vela só vale acesa.


(Brasília, maio de 2010, e Salvador, novembro de 2011)

NOITE LITERÁRIA

O ÚLTIMO SARAU DO ANO DA SOCIEDADE DOS POETAS DE VILA PRUDENTE

"SARAU CANTO DA POESIA"

SÁBADO - 03 DE DEZEMBRO - ÀS 15 HORAS

NO SALÃO DO SERV. SOCIAL DO CÍRCULO

RUA JOSÉ ZAPPI, 255
PRÓXIMO AO METRÔ VILA PRUDENTE


MUITA MÚSICA BOA E BASTANTE POESIA DA HORA

ABERTO A TODOS OS PARTICIPANTES

HAVERÁ SORTEIO DE BRINDES DURANTE O EVENTO

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...